Início » Noticias » Ex-jogador do Santos usa futebol para evangelizar

Ex-jogador do Santos usa futebol para evangelizar

O ex-jogador de futebol Roberto Brum, 34, passou por diversos clubes brasileiros, como Fluminense, Coritiba e Santos, onde foi campeão ao lado de Neymar. Ele encerrou a carreira em 2012, após trabalhar rapidamente como treinador.

Porém, preferiu não aceitar as propostas de clubes como Brasiliense-DF e CRB-AL, que lhe ofereceram salário de aproximadamente R$ 20 mil. Sua opção foi ficar morando em sua cidade natal, São Gonçalo (RJ), e hoje é pastor além de faz vários trabalhos sociais. Além dos cultos da sua igreja, participa de reunião com jovens e com uma tribo indígena da região, além de ensaios musicais.

Mas ele não se afastou totalmente do futebol. “Toda segunda-feira tem futebol evangelista. E não ria, não! Juntamos alguns ex-jogadores e usamos o futebol para evangelizar. Isso virou um braço da igreja. Fiz disso um entretenimento para pessoas que não são da igreja e não são evangélicos. Juntamos todo esse grupo e podemos jogar futebol, pregar a palavra de Deus e fazer um evangelismo, pregar pra quem não conhece. Coletamos também cestas básicas e ajudamos as pessoas carentes que participam”, explicou a reportagem do UOL.

Brum tem outros projetos paralelos. Pretende lançar em breve um DVD infantil para ensinar crianças a jogar futebol. Parte do que for arrecadado será destinado a projetos sociais. “Investimos R$ 140 mil para ensinar crianças a jogar futebol com princípios educacionais e incentivá-las a obedecer os pais. E também ajuda a discipliná-las. É bem animado. Uma parte dela será doada comunidades carentes, e outra para arrecadar fundos para outros projetos”, enfatiza.

O ex-jogador não vive do salário da igreja, mas da renda que obtém do aluguel de imóveis que adquiriu durante a carreira.

Entre as histórias do tempo de jogador, Brum lembra do gol  que marcou em uma vitória do Coritiba por 3 a 2 sobre o São Paulo, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro de 2004. O ex-volante estava separado de sua mulher em um momento de turbulência no casamento. Ele confessa que havia se deixado levar por algumas tentações do futebol como o dinheiro, vida noturna e mulheres.

Foi depois dessa dificuldade que Brum realmente passou a se dedicar à religião. Reatou com a esposa, que pediu que fizesse um gol como forma de homenageá-la no dia do aniversário dela. Ele argumentou que jogava numa posição em que não fazia muitos gols, mas a esposa questionou sua fé.

“Esse gol representou muito pra mim. Minha esposa foi muito especial na minha vida. Pois quando estávamos separados, ela não desistiu de mim. Ela orava por mim e tinha persistência. E acho que essa coisa dela me gerou a fé de achar que poderia fazer o gol”, lembra. No final do jogo, visivelmente emocionado, disse à imprensa: “Esse gol é pra minha esposa,  porque vivemos um triângulo amoroso”. Temendo ser mal interpretado, emendou. “Calma gente, calma gente. O triângulo amoroso é o seguinte: eu, minha esposa e Deus”, lembra rindo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>